Um raccord com milhões de anos

Stanley Kubrick foi e continua a ser um dos maiores génios da história da sétima arte. Nunca é demais relembrá-lo e neste dia em específico faria 85 anos se ainda fosse vivo. 

Comentários

  1. De acordo, dos maiores génios e com certeza que se ainda fosse vivo ainda estava a fazer grandes filmes :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes penso nisso, em como seria se ainda se encontrasse vivo e no activo. Conheço muita gente que despreza o "Eyes wide shut" e que acha que a sua genialidade foi pelo cano abaixo. Eu sou de opinião contrária quanto ao seu último filme, que aliás é um dos meus predilectos entre os que visualizei da sua obra. Por isso acredito que ainda nos traria grandes obras. Pelo menos o "Napoleão" seria algo no mínimo interessante :)

      Eliminar
    2. Olá Rafael, nem mais, sou também da opinião que ele fechou com chave de ouro a carreira e a vida com o Eyes wide shut. Sabes eu tenho para mim que o desdém com que muitos encaram o filme pode ter que ver com o estigma do Tom Cruise e pelos ódios que foi gerando ao longo da sua vida ou das escolhas que fez para a sua vida. Sinceramente, não sei não, porque em termos de estética e motivo kubrickiano está lá tudo.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Crítica: Holocausto Canibal (1980)

Ecrã de Haneke

A arte de comer esparguete