Janeiro em Filmes

Um inicio de ano marcado na sua grande maioria por filmes do ano transacto. Pelo primeiro ano estou determinado em tentar visualizar todos os filmes nomeados para os Óscares da Academia. Antes que chegue o tão falado 24 de Fevereiro, vou-me perdendo pelos nomeados nas categorias que mais me interessam. E como tem sido uma enchente de filmes de 2012 para os meus olhos, vou ali ver uns quantos clássicos e já volto. Mas antes deixo a minha lista de filmes visualizados durante o mês que agora acaba. Seguem-se por ordem de preferência:

Filme do mês: Amour (2012), de Michael Haneke - 9/10


Outros filmes visualizados

Django Unchained (2012), de Quentin Tarantino - 9/10
Argo (2012), de Ben Affleck - 9/10
Life of Pi (2012), de Ang Lee - 8/10
The Pervert's Guide to Cinema (2006), de Sophie Fiennes - 8/10
Lo imposible (2012), de Juan Antonio Bayona - 8/10
The Sessions (2012), de Ben Lewin - 8/10
Frankenweenie (2012), de Tim Burton - 8/10
The Invisible War (2012), de Kirby Dick - 8/10
Zero Dark Thirty (2012), de Kathryn Bigelow - 7/10
Lincoln (2012), de Steven Spielberg - 7/10
Paranorman (2012), de Chris Butler e Sam Fell - 7/10
Tri pesni o Lenine (1934), de Dziga Vertov - 7/10
Les Misérables (2012), de Tom Hooper - 7/10
Hitchcock (2012), de Sacha Gervasi - 7/10
Être et avoir (2002), de Nicholas Philibert - 7/10
Cesare deve morire (2012), de Paolo e Vittorio Taviani - 7/10
Moonrise Kingdom (2012), de Wes Anderson - 6/10
Silver Linings Playbook (2012), de David O. Russell - 5/10
Slither (2006), de James Gunn - 3/10

Curtas

Paperman (2012), de John Kahrs - 8/10
New York, N.Y. (1986), de Raymond Depardon - 7/10

Comentários

  1. Gosto especialmente da nota dada ao Silver Linings Playbook. Que filme tão sobrevalorizado (tal como o Moonrise Kingdom). Concordo plenamente com o destaque dado ao Django! Grande filme!

    Cumprimentos cinéfilos,

    Inês Moreira Santos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim, o Silver Linings Playbook é sem dúvida o filme mais sobrevalorizado produzido em 2012. Causa-me uma grande confusão observar as inúmeras nomeações e vitórias que este filme carrega às costas. E o Django é algo fora de série.

      Cumprimentos,
      Rafael Santos
      Memento Mori

      Eliminar
    2. E ainda vai ganhar qualquer coisa nos Oscars. A Lawrence, provavelmente, com uma interpretação tão fraca, mais ainda se a compararmos com a que teve no Despojos de Inverno, aí sim talvez merecesse o prémio.

      E grande grande Django! :D

      Cumprimentos cinéfilos,
      Inês Moreira Santos

      Eliminar
    3. Se ganhar aí é que perco a pouca fé que ainda tenho na Academia. Qualquer uma das outras quatro interpretações é melhor que a Lawrence. Se ganha à Emanuelle Riva vou ficar seriamente chateado. Quanto ao Winter's Bone ainda não o vi, tenho bastante curiosidade.

      Cumprimentos,
      Rafael Santos
      Memento Mori

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

The Great Buddha+, o umbigo e o capachinho

A arte de comer esparguete

Ecrã de Haneke